Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 24 de março de 2011

Golpe de mestre

Acreditamos que todos em Tucuruí têm conhecimento que a Justiça do Trabalho multou a Prefeitura de Tucuruí em R$ 1.447.608,48 um milhão, quatrocentos e quarenta e sete mil, seiscentos e oito reais e quarenta e oito centavos (valor não atualizado e corrigido para hoje).

Esta multa foi o resultado de uma denuncia da Comissão dos Concursados ao Ministério Público do Trabalho (ainda na administração anterior), que por sua vez denunciou a PMT à Justiça do Trabalho que condenou a Prefeitura de Tucuruí a pagar a multa já citada. O que motivou a multa foi à contratação de servidores municipais sem concurso público, exatamente como acontece agora.

Pois bem, a Secretária de Educação atual propôs um acordo com ao Ministério Público do Trabalho para reverter esta multa em obras e serviços a serem prestados à educação municipal. Entre as obras citadas estavam a cobertura de quadras de esporte e a climatização em dezessete escolas e vários outros projetos não especificados.

Ocorre que apesar do acordo, a PMT em especial a Secretaria de Educação  Municipal não cumpriu a sua parte até o momento, e ainda por cima com o argumento de que a PMT faria a climatização (que seria feita com o dinheiro da multa) a PMT negou o aumento que os professores tem direito e que são pagos por outras prefeituras como, por exemplo Novo Repartimento e Breu Branco.

Talvez o sindicato da categoria dos trabalhadores em educação não tenha conhecimento deste acordo, o certo é que ficou tudo por isso mesmo e engoliram a isca com anzol e tudo. O prefeito não pagou a multa e não deu o aumento aos professores  e nem fez as obras que acordou com o MPF, utilizando a mesma desculpa (climatização das escolas). Touchée!!!

Não que nós não reconhecemos a inteligência do prefeito, afinal dar a volta na raposa felpuda do Cláudio, ganhar a ação na justiça eleitoral com tantas provas contrárias,  e dominar os sindicatos e a Câmara Municipal ao mesmo tempo não é para qualquer um, não importando os recursos utilizados.

Devemos reconhecer que o homem é uma fera, ou seus "opositores" é que são bichanos??? Isso é um caso a ser estudado.

Mas devemos também reconhecer que além do poder que lhe dá o controle da PMT, o prefeito não tem tido muita resistência, ou pelo menos uma resistência eficiente aos seus projetos,  ações,  abusos  e ilegalidades, pelo contrário, tanto os sindicatos, quanto os parlamentares, quanto os grupos não alinhados com o prefeito e os demais representantes da sociedade organizada, não oferecem qualquer resistência efetiva e o gestor continua governando tranqüilamente como bem entende e passando por cima das Leis, de tudo e de todos.

É muito lari, lari, muita conversa fiada, muito discurso, muito teatro, mas ações efetivas e eficientes que é bom... Neca de pitibiriba!!! Parece que todas as ações aparentemente contrárias aos abusos cometidos pelo gestor se limitam simplesmente a dar satisfações à sociedade e a dar a impressão de que se está fazendo alguma coisa em prol da população. 

Ao que parece ninguém quer realmente resolver nada, todo mundo joga a responsabilidade em cima dos outros, a impressão que se tem é de que, ou o prefeito tem todos de “rabo preso”, ou este pessoal tem medo do prefeito, ou estão satisfeitos com esta situação por um ou outro motivo inconfessável, ou são simplesmente incompetentes e estão no cargo e no lugar errado.

Enquanto isso sofrem os funcionários municipais com seus salários congelados, sofre a população com o caos na saúde e na educação pública, sofre com a falta de saneamento básico na periferia e sofre principalmente o meio ambiente com agressões à natureza jamais vistas em nosso município.

Neste contexto não sabemos mais quem é mais “ninja” e de quem parte o maior golpe  contra o povo, se o prefeito que finge que faz, e faz e acontece, ou os que fingem se opor aos seus abusos e ilegalidades,  mas na verdade passam o tempo todo fazendo teatro, discurso, esbravejando e fazendo furos na água.

Estão todos subestimando a opinião pública, só que o buraquinho é mais embaixo, e o povo não quer mais papo furado, QUER RESULTADO, AÇÃO!!!

É bom que esta turma mude de postura, por que estão com o bumbum de fora e não estão nem percebendo.

Vejam abaixo a proposta do acordo com o MPF:

3 comentários:

  1. Ih! Esses dois juntinhos dão nó até em pingo d'água. Vamos ver qual vai ser a atitude do MPT agora, provavelmente a mesma do MPE. Nada, nada...

    ResponderExcluir
  2. por falar em acordos e afins... e aquela arrumação dos 'pseudos-estudantes' sobre akele negocio de aumento de passagem e toda akela baboseira, deu no que?

    $o$$egaram foi?

    ResponderExcluir
  3. Onde vamos chegar?
    Está na hora de tomarmos uma atitude, esse povo medíocre, tem a cara de pau de propor ações junto ao ministério público que são impossíveis de serem executadas, como cobertura de quadra que não existe é só visitar a escola Telles de Menezes e Graão Pará patra saber a veracidade dos fatos, além de manterem a prática pela qual foram condenados a pagar a multa. Hoje em Tucurí tem professor que só trabalha na rede municipal, que teve um bom desmpenho junto a comudidade escolar executando excelente trabalho que mesmo tendo disponibilidade não pode ser lotado coma carga horária de 200horas, pois era a meta da secretaria é manter os contratos ilegais. A quem recorrer? Até quando vamos vê as mentiras prevalecerem, com a maior " cara de pau"? Esse é o novo tempo? Saude e Educação precárias.
    Ainda bem que temos Blogs comprometidos em divulgar o que antes ficava embaixo do tapete da prefeitura.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!