Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Saude - PRÉ-HISTÓRIA DA AIDS

A TRAJETÓRIA DA DOENÇA ANTES DE 81

O médico canadense Jacques Pépin. espe­cialista em doenças infecciosas, conta de forma inédita o surgimento do vírus HIV em seu novo livro The Origins of AIDS (As Origens da Aids. sem edição brasileira). Oficialmente reconhecido em 1981, seu percurso teria começado 60 anos antes. Veja esta nova versão da história. //Carol Castro

1921 Na África central. caçador adquire o vírus SIV (similar ao HIV) de chimpanzés por meio do sangue ou consumo da carne do animal.

1921 A 1932 Construção da ferrovia Congo-Ocean Railway aumenta prostituição e contágio.

1930 Paises africanos obrigam prostitutas a se vacinarem contra sífilis com agulhas reutilizáveis.

1960 Na recessão pós-guerra. prostitutas passam de 4 clientes por ano a 4 por dia.

1970 HIV chega à América com as doações de plasma sanguíneo para cura de hepatite B vinda do Haiti.

1981 Após casos raros de pneumonia. médicos americanos descobrem uma nova doença: a Aids. O primeiro nome era Grid (Gay-related immune deficiency).

2007 Cientistas encontram HIV em amostras congeladas de tecido linfático antigo e chegam à data aproximada do primeiro caso da doença: 1921.

Enfim, todo cuidado é pouco, sempre use camisinha. Existe um número considerável de casos de Aids em Tucuruí.

Um comentário:

  1. A cura da aids é possível, basta deixarmos de ser platéia e passarmos a agir. Agir como? mandando milhares de emails para governos, embaixadas, laboratórios exigindo mais investimento em pesquisas, mais afinco, mais resultados para a cura desta terrível doença. Esta doença não afeta apenas quem o tem, afeta toda a família, toda a sociedade. Uma doença cercada de preconceitos, que mostra o lado mais cruel do ser humano com outro ser humano. É NECESSÁRIO A CURA DESTA DOENÇA E POR ISSO TEMOS QUE FAZER A NOSSA PARTE!

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!