Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Nota dos Servidores do Estado - Intersindical

Imagem do Folha

Os servidores públicos estaduais em reunião da Intersindical ampliada com sindicatos e centrais sindicais, vem a público repudiar a imposição do decreto no. 05 de 2011 do governo Simão Jatene que retira direitos dos trabalhadores; limita ações dos órgãos públicos e suprime espaços democráticos de discussão e construção de instrumentos garantidos constitucionalmente como os Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações(PCCRs) e a reestruturação de órgãos. 

Medidas estas que atacam diretamente os trabalhadores que não concordam em pagar pelas mazelas do Estado.

Os servidores entendem que a ação do governo Jatene prejudica não só os servidores, mas toda a sociedade que necessita dos serviços públicos, criando limitações nos serviços. Em contrapartida, o governo mantém isenções fiscais e perdoa dívidas, não cobrando como deveria os credores do Estado. Como exemplo, citamos a Cerpasa que hoje acumula uma divida milionária com o Estado.

Diante dos fatos, convocamos o conjunto dos trabalhadores do Estado e a sociedade civil organizada para no dia 31 de janeiro, às 16 hs, no auditório do Sicoob-Bombeiros, discutir o calendário de lutas em defesa dos direitos dos trabalhadores e da sociedade paraense 

Assinam: Sindetran, Sindpol, Sepub, Sintauepa, Sindfepa, Sindfisco, Sintepa, Sindsaude, Amfamipa-PM-BM, Sindiambiental, Sintepp, Aspop, CUT, CSP Conlutas, Intersindical Nacional, CTB.
----------------------------
Nota do Folha - Não dá para entender, a maioria dos servidores do estado votou no candidato do PSDB e agora reclamam de cortes nos salários e de cortes nos serviços públicos, e ainda reclamam de benefícios fiscais dados aos ricos empresários? 

Elegeram o candidato dos ricos, queriam que ele defendesse quem?

Um comentário:

  1. éÉ meu amigo da folha ,se tivessemos bola de cristal ja estavamos ricos pela mega sena.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!