Alterar o idioma do Blog

sábado, 29 de janeiro de 2011

Personas non gratas


Os correligionários do Deputado Parsifal que o seguem há anos em Tucuruí estão muito decepcionados. 

Segundo os membros do diretório do PMDB de Tucuruí, o deputado não quer que os seus simpatizantes de Tucuruí compareçam à sua posse na semana que vem.

Segundo os líderes do PMDB de Tucuruí, a posse é um evento familiar e estão proibidas pelo deputado a ida de peemedebistas de Tucuruí para prestigiar a sua posse.

Corre notícias que o deputado deu orientação aos seus assessores em Tucuruí que se livrem dos cabos eleitorais mais antigos, que segundo ele são "muito caros".

Parece que Parsifal subiu nos saltos e acha que não precisa mais de ninguém de Tucuruí.

Isso é lamentável.

Pergunta que não quer calar:  Será que o Parsifal ficou tão magoado assim com  a sua votação em Tucuruí, ou acha que não precisa mais do povo da sua cidade natal?

É muita covardia do deputado dar as costas e afrontar desta forma aos seus fieis correligionário em Tucuruí.

Isso é uma vergonha!!!

29 comentários:

  1. só especulação dos invejosos. O Dep. Parsifal sempre teve o maior carinho com o povo de Tucuruí e povo daqui é que vive caindo em conto de fadas...ah, eu vou para posse. mordam-se de inveja.

    ResponderExcluir
  2. Ei André, será que estes correligioarios querem ir pra posse mesmo ou só aproveitar a posse para dar aquelas facadas que tu conheces? Tem mais é que desmamar esta turma mesmo. Tu fala ai porque adoras bater no parsifal mas tu sabes que esta turminha s;o quer mamar.
    Eles e os politicos tudo se merecem e é por isto que o Brasil não vai pra frente: só a turminha que quer ir pra posse leva tudo.

    Arraes, que nunca foi em posse de politico.

    ResponderExcluir
  3. Fieis correlegionários em Tucuruí? Que que é isso, companheiro! Se fossem tão fieis, o Parsi não teria passado essa pequena vergonha em Tucuruí, né "mermo" Pacheco?

    Vamos parar de nos apequenar. Temos que entender que Parsifal transcendeu Tucuruí, minha gente. E isto é bom para todos que amam esta cidade!

    Posso falar a vontade, porque quando achei que não dava mais ficar ao lado do Parsifal, quando ele quando Prefeito, sem me amarrar a cargos, comuniquei minha decisão e saí do grupo, sem perder o respeito que ainda sinto pela figura política que ele representa.

    Não podemos jogar o Parsifal no balaio dos incompetentes, dos que caíram de para-quedas em nossa história, dos bananeiras! Seria um grosseiro erro, cometido contra nossa população!

    Pergunto: Que outro nomes nós temos? Podemos nos dar ao luxo de desprezar inteligências, neste momento soturno porque passa nosso atual momento político?

    Vamos abandonar as paixões, trocando-as pela razão, pura e simples. Precisamos urgentemente repensar politicamente nossa Tucuruí!

    E repensar não que dizer esquecer nossa história, que não se resume a um único resultado eleitoral. O tempo, senhor das razões, dará a resposta!

    ResponderExcluir
  4. O tom e o teor dessa postagem é de má fé.
    As galerias da Assembléia são pequenas, cada Deputado tem direito de somente oito convites.
    Essa é a realidade.
    O resto de festa familiar é invenção.
    Se possível publique no "front page".

    ResponderExcluir
  5. Ei Xxxxx, será que estes correligioarios querem ir pra posse mesmo ou só aproveitar a posse para dar aquelas facadas que tu conheces? Tem mais é que desmamar esta turma mesmo. Tu fala ai porque adoras bater no parsifal mas tu sabes que esta turminha s;o quer mamar. Eles e os politicos tudo se merecem e é por isto que o Brasil não vai pra frente: só a turminha que quer ir pra posse leva tudo. Arraes, que nunca foi em posse de politico. foi em posse de politico.

    ResponderExcluir
  6. Desculpe Pacheco, mas o Folha não o reconhece como porta voz do deputado, se tiver interesse ele mesmo pode negar que tenha tomado esta atitude.

    Aliás, cremos que ele não seria tão idiota de dar uma orientação dessa, deve ser coisa de puxa saco querendo monopolizar a atenção do deputado.

    Se ele não deu estas orientações agora sabe o que está acontecendo aqui, se deu, a crítica está valendo. A fonte neste caso é perfeitamente confiável, e temos certeza de que a orientação para ninguém ir à posse do deputado partiu de membros do diretório de Tucuruí.

    O Folha jamais faria uma matéria como esta se não confiasse na fonte.

    Se a orientação não partiu do deputado paciência, quem manda não saber escolher assessores.

    Se as galerias são pequenas ou grandes não interessa, isso é problema dos organizadores da solenidade e dos que forem por conta própria.

    Aliás, em nossa opinião eles não deveriam ir nem se fossem convidados e regiamente pagos, afinal se eles não se dão valor, os políticos é que não vão dar. Mas eles têm o direito de se sentirem ofendidos.

    Se alguém quer "dar facadinha ou facadão" isso é problema do deputado, ele já é bem grandinho para não precisar de babá e de quem o "proteja" é só ele tomar coragem e dizer não.

    Quem não pode com mandinga não carrega patuá, é só mudar de profissão e parar de usar as pessoas que ninguém pede mais nada para ele.

    O engraçado é que os políticos acostumam o povo ao assistencialismo, usam o trabalho gratuito em suas campanhas, se aboletam no poder, enriquecem e quando acham que não precisam mais, chutam a B@#$% dos que lhe serviram de escada.

    Os baba-ovos do deputado se preocupam com as "facadinhas" mas vivem a pedir (exigir) assessorias e cargos públicos bem remunerados, assim como os próprios políticos (inclusive do PMDB) estão fazendo com o Jatene.

    Perguntem ao Jatene quanto está custando o apoio do partido do Jader.

    Dois pesos e duas medidas.

    Façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço.

    É brincadeira...

    ResponderExcluir
  7. André,

    Eu te conheço e trabalhei contigo na PMT. Foste protegido tu e tua mulher, do parsifal no primeiro mandato e no segundo. Sempre vi ele te tratando bem e fui até na tua casa com ele.
    Que papo é este de usar trabalho gratuito? Todo mundo ganha para trabalhar para politico. Uns colocam um carro som velho, outros recebem pagamento semanal, outros alugam caminhão, outros recebem cestas básicas, outros conta de luz, outros receitas de remédio, outros jogos de camisa, outros gasolina, outros passagens, outros facão, outros, foices, outros patrocinios, de festas, outros patrocionios de colação de grau, outros patrocionios de futebol e jogo de camisas e mais o diabo que os carregue.
    E ainda tem os piores que são aqueles que recebem na campnha e depois ainda ganham cargos e assessorias e os piores ainda que querem todo o dinheiro da prefeitura ou seja lá de onde for para não fazer nada.
    De graça, André, ninguem trabalha.
    Este papo de posse é desculpa. Tu quer mesmo é descer o malho no parsifal, e tem toda razão o das 20:48, pois ou nós saimos desta mesquinharia de avacalhar com o que temos e só queremos capachos ou ninguem vai mais querer fazer politica em Tucuruí. Aliás, vai sobrar o Deley.

    ResponderExcluir
  8. A questão é a seguinte. O parsifal é o melhor deputado que a Assembleia tem hoje. Pode fazer uma pesquisa lá dentro e ver o que digo. E isto está incomodando muita gente que quer ele em Tucuruí conversando fiado.
    Ele chegou onde está pelo valor dele e não puxando saco de ninguém. Se Tucuruí quiser aproveitar ele que aproveite se não deixe para nós aqui de Goianésia que nós recebemos ele com tapete vermelho.

    Antonio Lemos

    ResponderExcluir
  9. Você anônimo em sua ância de puxar o saco está confundindo e trocando tudo. Não costumo dar satisfações da minha vida pra ninguém, mas como estou de bom humor e sem sono, vamos lá.

    Em primeiro lugar no primeiro mandato do Parsifal eu era sindicalista e fui adversário do então prefeito Parsifal tendo inclusive apoiado o Cláudio para prefeito em seu segundo mandato.

    Quando ele foi prefeito a primeira vez eu já trabalhava na PMT há vários anos com carteira assinada. Pra ver como você mente, principalmente ao dizer que me conhece.

    No segundo mandato eu apoiei o Parsifal e ele me chamou para um cargo de confiança e eu trabalhei duro mais de doze horas por dia, e justifiquei cada centavo que recebi, isso sem roubar um centavo.

    A minha mulher também exerceu um cargo de confiança, mas por indicação do então Secretário de Assuntos Institucionais da qual ela era amiga, pessoa de sua confiança e do seu grupo político, sua indicação não teve nada a ver comigo.

    Nunca pedi cargo ou emprego para prefeito ou Secretário algum, nem para amigos e nem para familiares. Se quiser conferir pergunte ao Deputado e ao Secretário na época.

    Trabalhei e recebi o salário justo pelo cargo que assumi com responsabilidade e honestidade e não me considero em débito para com o deputado ou para com político nenhum.

    O pouco que tenho eu consegui com trabalho digno e honesto e desafio a qualquer um a se identificar, dizer o contrário e se responsabilizar pelo que disser.

    O anônimo também se engana ao dizer que todos os que vestem a camisa de um candidato o faz por interesse. Isso não é verdade, já apoiei e defendi candidatos a Governador, a presidente deputados e senadores os quais nunca vi pessoalmente e dos quais nunca ganhei ou esperei nada em troca, a não ser um bom governo.

    Não preciso de desculpa para criticar o Deputado já que estamos em um país livre, eu também pago o seu salário, não tenho medo e não quero nada dele. E quando eu quiser "malhar" o deputado eu malho e assino embaixo e pronto, e daí, ele ou você vai fazer o que?

    Agora é interessante esta tua defesa, ou você é um tremendo de um incompetente e precisa bajular e defender político para não passar fome e ganhar dinheiro sem trabalhar, ou está apaixonado pelo Deputado.

    Para encerrar não entendo por que o medo de mim ao comentar sobre a minha vida como anônimo. Não sou bandido, não tenho poder, não sou violento, então por que a covardia?

    ResponderExcluir
  10. o pacheco ja fez um post no blog dele defendendo ele e queimando o folha kkkkk esse eh um bom momento pros puxassacos mostrarem serviço kkkkk

    ResponderExcluir
  11. É brincadeira, é mesmo a hora dos puxa-sacos. Mas eles são tão burros que puxam saco como anônimos, são umas antas mesmo, de que adianta puxar saco se o "pistolão" não sabe quem é que está puxando???

    ResponderExcluir
  12. O que o "Parsi", como falavam por aqui, o Pacheco e o André "Resistência" estão precisando mesmo é de óleo de peroba na cara!rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  13. 8 Convites é brincadeira! Puxeco (Puxa-Saco mais Pacheco) ainda usa quantidade de convites, do suplente de Deputado, para justificar o menosprezo citado. Vejamos que destes convites, 1 foi para o Claudiney Furmam e outro pro seu amigo Harley, talvez este seja o real motivo que o Parsi pediu pro Puxeco desmotivar os corregilionários de Tucuruí.

    ResponderExcluir
  14. Claudiney Furmam e Harley? Que grande conquista, meu amigo "Parsi"! Claudiney Furmam e Harley? Só pode ser brincadeira! Claudiney Furmam e Harley? Pô, "Parsi", se fosse Cláudio, dava até pra entender! Claudiney Furmam e Harley? Não dá pra trocar pelo James e o terrorista do Roquevan? Claudiney Furmam e Harley? Não dá pra trocar pelo Sancler e o fora Daley, ops, Deley? Pô, Parsi, quem está lhe assessorando?

    ResponderExcluir
  15. André eu teconheço sim e muito bem. Não estou dizendo que é isto ou aquilo mas que e ingrato é. O parsifal de protegeu desde que quando ele era vice-prefeito que o navegantes queria de por na rua quando ele assumiu e o Dr. Orlando foi la pedir por ti e o parsifal disse pro navegantes atender. eu estou na PMT desde esta época. ele te deu cargo de confiança e pra tua mulher sim. o prefeito era ele e não secretario seja do que for.
    Nao interessa que tu trabalhava. Claro que tu tinha que trabalhar, mas ele deu pra ti o que podia dar pra outro.
    faz duas eleições que eu não voto no parsifal mas continuo respeitando ele e achando que ainda nao apareceu prefeito melhor que ele.
    Agora esta tua desculpa de dizer que todo mundo que defende o parsifal é puxa-saco é brincadeira né.
    Quer dizer que tu pode falar o que quiseres e quem defender é puxa saco. Se ajudar a meter o pau não é puxa-saco. tá bom.
    Desce do salto andré. tu ta te achando muito e criando inimizade atoa.
    Quanto a eu colocar aqui como anomimo e tu te gabar que nao é anomimo não tem nada a ver. Anonimo tambem escreve o que acha. o que eu não quero é o meu nome aqui porque depois estou m etido em fuxico que o que se transformou Tucuruí, em fuxicada da grssa e por isto está indo pra tras.
    Quando eu me encontrar contigo vou te falar que sou eu, mas aqui prefiro ficar quieto no meu anonimato porque eu naão sou como tu que acha que pode tudo e vive se ferrando.

    ResponderExcluir
  16. É parece que o Gualberto já chegou botando moral na antiga familia 15, pois é o mais novo afilhado do pacheco dentro do pequeno e desoganizado grupo de um Só! (Pacheco) da quase extinta familia 15. Esses poucos que restaram ainda se iludem com Parsifal porque querem, há muito o então deputado virou as costas para esses que ainda se acotovelam por ele.Não seria novidade essa atitude de parci com seus ex-correligionários, já que seus pensamento, açoes são outras, completamente diferente dessa paixão desvairada que muitos ainda nutrem por ele. pobres inludidos...

    ResponderExcluir
  17. Esse André e esse anônimo são dois idiotas fofoqueiros, enquanto ficam brigando igual duas lavadeiras o Parsifal está no bem bom e dando uma banana pra voces seus burros, políticos não brigam, só fazem o H, quem briga são os pobres de conhecimento igual a esses dois abestalhados, voces moram na mesma cidade, e pelo jeito com a condição que tens, vão continuar morando aqui, porque brigar? o Parsifal já está feito na vida, voces o fizeram, portanto acho que voces não devem se agredir verbalmente não resolve seus problemas, isso é só uma reflexão.

    ResponderExcluir
  18. Ei folha parabéns, até que enfim voces tiraram aquela foto triste e assustadora da capa, era uma figura que metia medo, sei que acontece essas coisas e são reais e chocantes na nossa vida agente se depara todo dia com esses sofrimentos, por isso temos que acreditar que vai mudar, portanto vamos mostrar coisas belas, para dar um pouco de esperança para esse povo sofrido, sei que tens muitas fotos bonitas ai no seus arquivos não é? OBRIGADO E BOA NOITE.

    ResponderExcluir
  19. Queria fazer um apelo, com respostas concretas, sem especulação, quem souber me esclareça por favor, quem será verdadeiramente o DIRETOR(A)HRT?

    ResponderExcluir
  20. O povo quer saber, existem dois presidente no conselho de saúde? Edivam e Elizabete? a antiga mesa foi destituida, mas o Edivam não quer largar o osso, o povo acha que tinha algo vantajoso. isso é o povo que quer saber.

    ResponderExcluir
  21. O Parsifal tem razão, estes cabos eleitorais do PMDB de Tucurui mostraram nesta ultima eleição o desprestígio de suas investidas. A verdade é que a família 15 em Tucurui já passou, estamos vivendo tempos de mudanças, não precisamos mais retroagir. Avante Tucurui!

    ResponderExcluir
  22. O PMDB de Tucuruí está desfacelado, o pacheco consegui o inimaginavel: detonou as pequenas moleculas que ainda havia ficado.O fiel representante do Parci, os interesses desse pequeno grupo como o anonimo se referiu é como um famoso esmeril da frança. come tudo, acaba com tudo... só pensam neles. Esses membros como foi postado pela folha não representam o PMDB, representam a si mesmos e todos tem o seu demerito.

    ResponderExcluir
  23. Os cabos eleitorais são os mesmos que elegeram o Parsifal como prefeito por duas vezes e alavancaram a candidatura do Joilson, e se não fossem os cadastros do Sancler e a perda do apoio do Deley, ele seria prefeito hoje.

    Mas quando a roça foi abandonada e a juquira tomou conta, e os poucos cabos eleitorais e formadores de opinião fiéis que ainda sobraram no PMDB estão em franca extinção, agora é a vez dos abutres.

    O problema dos políticos em Tucuruí e em especial do Parsifal é que não sabem escolher assessores, e quando estão como prefeito, escolhem chefes de gabinete que maltratam a população e os servidores municipais (com exceção do Pompeu na gestão Parsifal e agora do Ronaldo com o Sancler).

    No caso do Parsifal o Pompeu sabia tratar e conquistar a população, mas foi um desastre no relacionamento com a Câmara Municipal, em especial teve fortes atritos com o então vereador Deley.

    No Caso do Sancler, ele tem um bom chefe de gabinete, mas em compensação tem a Marivane e alguns outros perseguidores.

    Mas voltando ao PMDB, o Deley que sempre foi um aliado fiel do Parsifal também se afastou devido ao fato do deputado não valorizar devidamente seus aliados, preterindo os mesmos para beneficiar, apoiar e proteger assessores de competência e idoneidade duvidosas (claro que existem uns dois ou três que fogem a esta regra, mas são exceções).

    É fácil aferir a "competência" e a "inteligência" dos assessores do Parsifal, é só olhar os comentários e as matérias nos Blogs.

    No afã de o defender e lhe puxar o saco, eles denunciam o favorecimento pessoal do deputado a amigos e cabos eleitorais e inclusive denunciam fraude em concurso público quando o mesmo era prefeito.

    Os sujeitos nem tem a mínima noção do que é certo ou errado, ou ainda do que é utilização indevida de erário e patrimônio público. E fazem de uma simples crítica motivo para uma tempestade, para lavar roupa suja, desenterrar esqueletos de mais de vinte anos e expor quem eles deveriam preservar.

    Será que o Deputado ainda não parou para pensar no motivo de uma queda tão grande de popularidade em Tucuruí em apenas dois anos?

    Com amigos e assessores assim o Deputado não precisa de adversários...

    Bom, já que quem deveria se importar não se importa e já que não estamos neste barco, por nós ele pode afundar de vez.

    A gente assiste na segurança do cais, de preferência ouvindo um tecno ou um forró dos bão, e com uma latina de skol bem gelada na mão... Rs.

    Fui...

    ResponderExcluir
  24. Acho que o Pessoal do folha se equivocou quando disse que o Deley o Deley se afastou por não ser valorizado, se vocês não perceberam eles não poderiam ser aliados já que eram concorrentes, sera que é engano meu ou foi esse o motivo????

    ResponderExcluir
  25. Concorrentes em que, se quando se desentenderam o Deley só disputava cargos no legislativo e o Parsifal no executivo?

    Quando Parsifal passou a disputar cargo no legislativo o rompimento já havia acontecido de fato, apesar de ao povo parecer que não.

    Na verdade o rompimento de fato e que ficou nos bastidores, se deu no segundo mandato de prefeito do Parsifal, e teve como pivô o Pompeu, quando o mesmo era chefe de gabinete e entrou em choque com o Deley.

    Na época o Pompeu era o Puty (em referência ao todo poderoso do Governo Ana Júlia) do Parsifal, assim como foi o Luis Carlos no primeiro mandato.

    O rompimento só não veio a público na época por que o Parsifal agiu com diplomacia e contornou o confronto direto. Mas a partir desta época eles nunca mais se entenderam e ai nasceu a “rivalidade”.

    Parsifal sempre teve este problema, ele não sabe dividir atenção e acredita piamente em quem ele elege para seus "conselheiros", e nas intrigas da corte. Isso o afasta das pessoas de bem que não se sujeitam à vassalagem e à adulação hipócrita.

    O poder tem este efeito na maioria das pessoas e principalmente nos políticos, exalta o orgulho e provoca excesso de autoconfiança, prejudicando o discernimento e a capacidade de perceber a realidade.

    Sabendo disso os parasitas só têm que bajular e inflar o ego do político para ganhar a sua total confiança, e se beneficiar afastando os "concorrentes" e isolando o “hospedeiro”.

    ResponderExcluir
  26. Já que o anonimo das 23:17 se referiu ao conselho de saúde falando que uma mesa foi destituida e que o ex presidente não quer largar o osso... será que os atuais da mesa não estariam também segurando ou querendo o mesmo osso? ou alguma participação em outras coisas mais??? o povo continua querendo saber....

    ResponderExcluir
  27. Sugiro a folha q limite o tamanho do testo para os comentários,pois, a impressão q tenho é de estar lendo um jornal e esta cansando.Afinal de contas este Sr.Parsifal é de onde mesmo?Abraços

    ResponderExcluir
  28. Eu tenho fotos do Miguel na posse do Parsifal, os outros bestas do PMDB vão morrer de inveja, depois mando pra vcs do folha.

    ResponderExcluir
  29. o que e mais engraçado e k a elizabete era vice do edivan,mais a elizabete de uma rasteira nele.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!