Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sábado, 25 de setembro de 2010

Em perfeita sincronia


Em perfeita sincronia  
 
Do Site Uol.
Por Gisele Ribeiro.
 
Nesta semana, cerca de 1.500 presos filipinos voltaram às manchetes mundiais ao dançar novamente a coreografia “Thriller” imortalizada por Michael Jackson nos anos 1980. Mas o sucesso da homenagem ao rei do pop foi ofuscado por outra coreografia, exibida a cerca de 1.600 km de distância dali. Um grupo de 20 robozinhos dançava, em perfeita sincronia, o Bolero de Ravel. 
 
 
Os robôs participavam da Shangai World Expo 2010, na China, e iam para Singapura para participar do mundial de futebol de robôs (quem sabe os pequenos têm mais sorte que a seleção francesa e voltem para casa com a taça). 
 
Criados pela empresa francesa Aldebaran Robotics, os pequenos NAO pesam cerca de 4 kg, têm 58 cm de altura e uma liberdade de movimentos nos braços, pernas, quadris e pescoço jamais vista em robôs humanoides. A coreografia do Bolero, que você pode ver no vídeo abaixo, mostra bem isso. 
 
Os robôs NAO têm 25 graus de liberdade – um grau de liberdade é o movimento feito por uma única junta -, por isso, eles são capazes de executar uma ampla variedade de movimentos, como andar, sentar, ficar de pé, dançar, evitar obstáculos, chutar, medir objetos, deitar, agachar… 
 
Mas não é apenas a liberdade de movimentos que impressiona no robozinho francês. Ele vem equipado com um computador embutido (processador x86 AMD Geocode de 500MHz e 2 GB de memória flash), conexão WiFi, vários sensores (táteis, inercial, de sonar, de sensibilidade de força), câmeras na altura dos olhos, sistema de reconhecimento de voz, microfones e alto-falantes. 
 
O sistema de reconhecimento de voz permite que o robô localize de onde o som vem e reaja a ele: ou virando a cabeça em direção à fonte sonora, ou abaixando-se, ou tapando os ouvidos. O sistema de visão permite capturar imagens e enviar fotos, vídeos pela Internet, reconhecer objetos coloridos, detectar e reconhecer faces. Podem comunicar-se uns com os outros por voz, com um PC ou com a Web. 
 
Só que tanta destreza tem seu preço. Os pequeninos custam 10.000 euros cada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!