Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Encerrado o caso da agressão ao repórter do Folha

Hoje na audiência o repórter do Folha e o Pastor José Maria entraram em acordo quanto ao fato ocorrido após a reunião do Conselho de Saúde. O Pastor reconheceu que estava nervoso e por isso se excedeu, pedindo desculpas ao repórter e se comprometendo a reparar o celular danificado.

A questão não era o prejuízo pela quebra do celular e pela atitude agressiva do José Maria. O problema era a abertura do precedente. 

Hoje foi um celular, amanhã outra pessoa poderia agredir o repórter ou até coisa pior.

Como os antigos diziam: O mal se corta pela raiz enquanto é tempo.

Depois da atitude do Folha, agora todos sabem que qualquer tipo de agressão a membros da nossa equipe terá conseqüências, e que não estamos sozinhos e muito menos política, física e juridicamente indefesos.

Jamais usaremos o Folha para objetivos pessoais, como por exemplo obter lucro, cargos e muito menos vingança, se assim fosse estaríamos nos nivelando aos que criticamos e combatemos. No entanto caso seja necessário usaremos o alcance e a influência do Blog, da Internet e da nossa rede de amigos em todas as esferas para nos defender das ameaças e das agressões.

A nós não importa os motivos que levaram o José Maria a se exaltar e quebrar o celular do repórter, aliás qualquer um está sujeito a perder o controle. O importante é reconhecer e reparar o erro. Nós aqui no Folha também já cometemos erros, e certamente cometeremos outros, pois não somos infalíveis, no entanto sempre tivemos a humildade de reconhecer o nosso erro e nos desculpar, quem nos acompanha sabe bem disso.

Errar é humano e quando erramos o correto é reconhecer, se desculpar, tentar reparar, levantar, dar a volta por cima e seguir em frente.

Nós do Folha, nunca levamos as nossas atividades e a nossa luta para o lado pessoal, e jamais guardamos rancor ou ódio, tanto que limitamos as nossas críticas e denuncias às atividades políticas, as administrações e a vida pública das pessoas, nunca nos envolvemos na vida particular e familiar de quem quer que seja.

Ficamos muito tristes quando vemos comentários em que as pessoas demonstram ódio pessoal, desejo de destruir o próximo, preconceito de classe, credo, opção sexual, raça etc... Tudo somente porque o outro pensa ou age de forma diferente que a sua.

Vocês não imaginam quantos comentários (se é que se pode chamar isso de comentários) destes temos que apagar todos os dias, pois são simplesmente impublicáveis e expressam idéias e pensamentos contrários a tudo o que o Cristo nos ensinou, idéias indignas de qualquer pessoa que se diga civilizada. A vida tem mistério, não conhecemos o dia de amanhã, portanto podem fechar mas nunca tranquem as portas, pois uma delas pode se tornar amanhã a sua única saída.

"Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás." Che Guevara.

Um comentário:

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!